Início Moto elétrica com preço de celular e autonomia de 120km, promete revolucionar a transformação dos veículos com motor a combustão por modelos elétricos no mundo

Moto elétrica com preço de celular e autonomia de 120km, promete revolucionar a transformação dos veículos com motor a combustão por modelos elétricos no mundo

17 de novembro de 2021 às 12:34
Compartilhe
Siga-nos no Google News
EPluto 7G - price - preço - moto elétrica - volkswagen - kaeasaki - toyota - bmw - tesla - voltz - motor a combustão




As gigantes globais do setor automobilístico BMW, Volkswagen, Tesla, Kawasaki, Toyota e Voltz já estão investindo pesado para a transformação dos veículos a combustão em modelos elétricos.

A empresa elétrica de duas rodas PURE, com sede em Hyderabad, lançou a scooter elétrica EPluto 7G, com preço de celular, no início deste ano, mas claramente não recebeu o reconhecimento que merece. O principal destaque da scooter é sua autonomia de até 120km que oferece com uma carga completa, juntamente com a potência de 2200W que seu motor produz.

Leia também

Mas talvez a maior atração seja o design. Ele grita retrô e lembra os antigos modelos Bajaj Chetak, especialmente quando você olha para a luz traseira. Ainda assim, o design é o que mais pega emprestado da Vespa Notte 125 graças a uma carroceria arredondada, mas esbelta, farol led circular e espelhos cromados acabados.

Assista o vídeo abaixo e conheça essa incrível moto elétrica que custa o preço de um celular.

Não se empolgue muito com sua aparência antiquada, pois o veículo está repleto de tecnologia. Com recursos como um esperta LCD de 5 polegadas, Smart Lock com provisão AntiTheft, vários modos de velocidade e freios a disco na frente, é claro que o EPluto 7G não é um veículo comum de duas rodas.

Passando para a fonte de alimentação, a scooter embala uma bateria portátil de 60V 2.5kWh que pode ser preenchida facilmente de sua casa. Ela é capaz de um alcance de aproximadamente 90-120kms com uma única carga completa, que leva até 4 horas. O motor elétrico alimentado por ela produz alto torque e pode rodar a scooter a uma velocidade máxima de 60kmph.

Outras especificações incluem um tempo de aceleração de 5 segundos para atingir 40kmph, rodas de liga de 10 polegadas, gradability de 12 graus e assentos confortáveis para duas pessoas.

A EPluto 7g não é um lançamento recente. Pelo contrário, a moto elétrica já está no mercado há algum tempo.

A scooter elétrica PURE EPluto 7G vem em várias opções de cores: Vermelho Rubi, Preto Sombra, Azul Eletrônico, Cinza Ativo, Branco Perolado e Amarelo Listrado e está com o preço sugerido de US$1.076 (aproximadamente R$5921).

A moto já está no mercado há algum tempo, entretanto, por se tratar de uma fabricante indiana, localizada na cidade de Haiderabade, o produto passou despercebido no mercado internacional.

Com preço competitivo e boas especificações, o veículo não deixa a desejar perante outros modelos. Como por exemplo o modelo TE-1 da Triumph, que possui 197km de autonomia.

As multinacionais fabricantes de veículos BMW, Volkswagen, Tesla, Kawasaki, Toyota e Voltz estão investindo pesado em modelos elétricos.

O mercado de motos elétricas, assim como o de carros elétricos, está crescendo com o decorrer dos anos.Como podemos perceber, parece que a maior parte das empresas do setor automobilístico irá investir pesado para a transformação dos veículos em modelos elétricos.

Porém a bateria é um dos pontos críticos para a tecnologia de automóveis, os próprios fundadores da Tesla explicaram como este foi o principal desafio no início da empresa

A BMW, por exemplo, já revelou a CE 02, que foi pensada para o público jovem. A Kawasaki também anunciou que até 2035 pretende ter toda a sua linha composta por motos com propulsão elétricas. Já a Toyota, por exemplo, pretende investir até US$3,4 bilhões em baterias automotivas, até 2030.

A fabricante alemã Volkswagen não poderia ficar de fora da disputa, e pretende entregar um milhão de unidades até 2023 e um milhão e meio até 2025. Isso resulta em um investimento de €35 bilhões.

De acordo com a Forbes, a Volkswagen conseguirá fabricar carros elétricos por valor de produção menor que os movidos a diesel e gasolina até o prazo mencionado acima.

Ainda sobre o assunto, já noticiamos aqui a Voltz, startup brasileira fabricante de motos elétricas. Segundo dados da própria empresa, ela teria vendido 3200 motos em 2020 e alcançado um faturamento de R$42 milhões do mesmo ano.


Relacionados
Mais recentes