Mais 173 blocos exploratórios na Oferta Permanente aprovados pela ANP

Agencia Nacional do Petróleo

Agência Nacional do Petróleo (ANP) aprovou nesta quinta-feira a inclusão de 173 blocos exploratórios

A diretoria na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou nesta quinta-feira (28/11) a adição no portfólio da Oferta Permanente (OP) mais 173 blocos exploratórios e uma área de acumulação marginal. Veja também: Empresa de Recursos Humanos global convoca nesta manhã para trabalhar offshore em plataformas DrillShip e Jack Up.

Ao todo, com a adição de tais blocos, a Oferta Permanente já somam ao todo 740 blocos, sendo 497 onshore e 243 offshore, além das três acumulações marginais. Todos estes estarão disponíveis para as 47 empresas incritas no processo.

Veja também:

Diante das inclusões realizadas, 149 blocos e uma área de acumulação marginal foram qualificados, depois de conseguirem viabilidade ambiental pelos órgãos competentes. Ainda, os blocos que não foram arrematados na 16ª rodada de licitações também foram inseridos.

O 1° ciclo, realizado em setembro deste ano, foram arrematados outros blocos e acumulações marginais, que foram excluídos da Oferta Pemanente – 33 blocos exploratórios e 12 áreas de acumuações marginais.

O portfólio da OP possui 576 blocos exploratórios e duas áreas de acumuluações marginais, remanescente do 1° Ciclo. Todas as áreas em oferta somam 51 setores e 14 bacias.

No dia de hoje (29/11), está previsto a publicação do novo edital, e que será aberto consulta pública pelo prazo de 45 dias. A ANP, após a etapa de consulta pública, pretende realizar audiência pública no início de fevereiro de 2020.

Roberta Santiago

About Roberta Santiago

Engenheira de Petróleo, Pós-Graduanda em Engenharia de Comissionamento de Unidades Industriais e com vivência no exterior, possuo experiência com criação de conteúdo voltado ao setor de óleo e gás e de infraestrutura.