Licitação de descomissionamento é lançada pela Petrobras

Descomissionamento
 

Campo de Cação da Petrobras no Espírito Santo tem três plataformas fixas e equipamentos submarinos que devem ser desmontadas a partir de 2020

As licitações de descomissionamento tão aguardadas por todos no mercado parecem ter começado. A Petrobras publicou o edital para licitação de descomissionamento das três plataformas fixas (jaquetas) do campo de cação (UO-ES).
O contrato terá a duração de dois anos e consiste na retirada das plataformas fixas de Cação 1, 2 e 3 (PCA-1, PCA-2, PCA-3), em um trabalho envolvendo seus equipamentos de superfície (passarelas, guindastes, topsides e as jaquetas) e submarinos (estacas, condutores e tubulações até 1,5 m abaixo do piso marinho).

Deverão ser desmontados também os equipamentos NORM, sigla em inglês para materiais com radiação de ocorrência natural.

A Petrobras ainda não definiu onde estes materiais serão armazenados após serem retirados das estruturas, mas os módulos e as jaquetas serão cortados e terão como destino a sucata.

Segundo a Petrobras o contrato tem início previsto para março de 2020 e as propostas comerciais deverão ser entregues até o próximo 6 de maio.

A vencedora da licitação de descomissionamento deverá iniciar os serviços offshore até julho de 2020 e tem, a partir desta data, 90 dias início da execução da disposição das estruturas, materiais e equipamentos das três plataformas fixas.

O campo de Cação

O campo de Cação marcou história na indústria petrolífera capixaba. O poço foi a primeira produção de óleo em águas rasas na bacia do Espírito Santo e teve início em 1978, com o abandono dos poços do campo sendo finalizado em setembro de 2016.

A Aker Solutions quer expandir o volume de negócios no Brasil e para isso estudar aumentar ainda mais a fatia de 10% que o país representa em relação ao faturamento mundial da empresa. Leia a matéria completa aqui !

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships