Investimentos em Polo Químico de R$ 200 milhões irão gerar novos empregos

Polo Químico

Projeto em Montenegro, no Rio Grande do Sul, receberá milhões em investimentos e irá gerar muitos empregos

Em Montenegro, no RS, serão investidos R$ 200 milhões no Projeto do Polo da Química, que contará com uma área de 700 hectares e que movimentará a economia com a geração de empregos e arrecadação de impostos. Veja também: Estaleiro ICN Itaguaí em pareceria com o SENAI abre vagas para Programa Jovem Aprendiz.

O conglomerado industrial irá concentrar empresas do setor químico e plástico, muitos já operantes no estado e outros que serão atraídos pelo projeto do Polo. A construção visa ainda a retirada das indústrias do grandes centros urbanos e sediar a produção em um só lugar. O terreno onde será construído o projeto pertece ao Estado do Rio Grande do Sul.

Veja também:

O projeto já conta com o apoio de fortes companhias, muitas delas já confirmadas na integração do cluster, como é o caso das empresas: Botanik (cosméticos), Crivella (limpeza doméstica, embelezamento automotivo, inseticidas e cosméticos), Kresil (tintas), Rochadel (cosméticos), Quimicamar (cosméticos), Tecpon (tintas) e Memphis (higiene pessoal, perfumaria, glicerina industrial e embalagens) que já estão presentes em cidades como Porto Alegre e Cachoeirinha, pertecentes ao RS.

As partes interessadas da Braskem também apoiou o Polo da Química, que ressaltou as vantagens do projeto para o coletivo, promove a competitividade e agrega empreendedores. A localização do projeto ainda possui a vantagem de estar nas redondezas do Polo Petroquímico de Triunfo, podendo aproveitar de toda estrutura ali existente.

A indústria química, terceira maior do Rio Grande do Sul, conta com um faturamento de R$ 67,4 bilhões e gera 18 mil empregos diretos. Além disso, características positivas, incentivam o projeto: incentivo financeiro do Estado e apoio da prefeitura municipal, ampla malha viária, sistema integrado de tratamento de efluentes e rede de alta tensão e gás natural, favorecem e muito sua criação.

O projeto ainda contará com o apoio da prefeitura, do governo do Estado, da Fiergs e do Senai, na incrementação de um escola, que servirá para a capacitação dos profissionais que irão atuar no Polo Químico, onde será sediado em Montenegro.

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em embarcações e grandes navios. Apesar de pouco divulgado, este é um mercado dinâmico, com boa remuneração e escalas de folgas diferenciadas, em algumas empresas trabalha - se 6 meses por ano apenas.

Se você deseja saber o caminho para se trabalhar em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcante, assista o vídeo revelador que tenha ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.