Inquérito envolvendo Michel Temer em esquema dos portos é prorrogado

Porto de Santos

Defesa do presidente Michel Temer quer que uma testemunha seja ouvida e por isso a prorrogação do inquérito

Nesta segunda feira (8), o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso, decidiu prorrogar pela 5º vez o inquérito de investigação dos Portos, para que Mauricio Quintella Lessa, ex-ministro dos Transportes preste testemunho a polícia federal. Esta verificação foi esticada até dia 15 de outubro. Esta decisão do ministro, atende a um pedido formulado pela defesa do presidente Michel Temer, que impõe que Quintella seja ouvido no caso.

A Investigação apura se empresas que atuam no Porto de Santos, foram beneficiadas por medidas que atingiram o setor portuário. No início as sindicâncias miravam além de Temer o Rodrigo Rocha Loures, Antônio Celso Grecco e Ricardo Conrado Mesquita. Durante todo o período de apuração ingressaram no processo o amigo do presidente, Joao Baptista Lima Filho, mais conhecido como coronel Lima e executivos do Grupo Libra.

De acordo com os advogados de Michel Temer, a proposta de ato normativo que resultou na edição do decreto foi submetida ao presidente, seguindo orientações do então ministro da pasta Mauricio Quintella Lessa.

Alegam os advogados Frederico Donati Barbosa e Brian Alves porto, que “a oitiva do ex-ministro de Estado dos Transportes, Portos e Aviação Civil que assinou a exposição de motivos e enviou à Casa Civil solicitando alterações no setor portuário, pode ser essencial e indispensável ao processo de formação de juízo de convicção quanto à concorrência ou não dos fatos, objetos de apuração no curso de presente inquérito”.

Enquanto não chega a data marcada aguardamos a decisão e o pronunciamento do Palácio do Planalto.

A Daimond Offshore busca DPO para trabalho em Macaé

Quer trabalhar em grandes empresas multinacionais em 2019?

Fazer Curso de Inglês - Se você já é profissional do setor, com curso técnico ou superior, você deve fazer o Curso de Inglês para Iniciantes Clicando aqui. Muitas multinacionais enfrentam o problema de não terem profissionais que não dominam esta idioma, obrigado as a contratarem de outros países e desvalorizando a mão de obra nacional.

Trabalhar Embarcado sem Técnico ou Superior- Se você não tem qualificação alguma mas sonha em trabalhar na Marinha Mercante, é totalmente possível adquirindo o Método 4 Passos Para Trabalhar Embarcado Acessando o Curso Aqui.
The following two tabs change content below.
Sheila Soares

Sheila Soares

Formada em Técnico de Logística, com experiência em operações logísticas, técnica de materiais e com amplo conhecimento no mercado petrolífero, industrial e engenharia.