Governo Bolsonaro venderá três Ferrovias até 2020

Ferrovia Norte-sul será leiloada
 

Programa de concessões do governo é considerado ambicioso e tem a intenção de dobrar a participação do setor na matriz de transportes até 2025

O governo do novo presidente, Jair Bolsonaro, continua realizando promessas de campanha e uma delas, que era a concessão de Ferrovias e o destravamento de obras paradas no setor de infraestrutura, já começarão em breve.
O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou, por meio de vídeo publicado em seu perfil no Twitter, que o governo licitará até o fim do ano que vem, três ferrovias.
A mensagem, inclusive foi compartilhada pelo presidente Bolsonaro, destacando a formação e a experiência militar do ministro.

As três primeiras

Segundo o ministro, o novo programa de concessões de ferrovias permitirá, ao setor, dobrar sua participação na matriz de transporte brasileiro até 2025, saltando de 15% para cerca de 30% no intervalo de 8 anos. “Vamos ter uma grande espinha dorsal ferroviária. Isso vai ser transformador para o país”, completou o ministro.
O primeiro leilão já acontecerá em março, com a licitação da ferrovia Norte-Sul, que interligará o Porto Nacional, em Tocantins, à Estrela do D’Oeste (SP), unindo o Porto do Itaqui, no Maranhão (MA), ao Porto de Santos, em São Paulo (SP).

As outras duas concessões serão a ferrovia de integração Oeste-Leste, na Bahia, que vai ligar Caetité ao Porto de Ilhéus, e ainda a Ferrogrão, no Mato Grosso (MT).

A intenção do governo é prorrogar antecipadamente os contratos de concessão vigentes e que vai usar as outorgas (receita antecipada dos licitantes) para a construção de novos trechos. A Ferrovia da Integração do Centro-Oeste, que vai ligar Água Boa, no Mato Grosso, a Campinorte, em Goiás, já usará esse modelo.

“Vamos impulsionar uma área de influência que representa praticamente 16 milhões de toneladas no Vale do Araguaia. Isso vai ter um impacto muito forte no frete e vai gerar uma competição entre eixos importantes. É tirar caminhão das rodovias e diminuir o custo Brasil”, conclui o ministro.

Novas obras de infraestrutura estão saindo ! No dia 17 último foi assinado o contrato do Mega Porto de São Mateus (ES) !

Renato Oliveira

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships