Home > Sem categoria

Equinor concederá US $ 380 milhões em contratos para serviços de inspeção

Paulo Nogueira
por
-
15-11-2019 08:02:27
em Sem categoria
Equinor petróleo offshore serviços Foto: Marit Hommedal / Equinor


A gigante norueguesa de petróleo e gás Equinor escolheu fornecedores para serviços de inspeção em todas as instalações offshore na plataforma continental norueguesa e plantas onshore na Noruega

Os contratos  estão programados para serem assinados em pouco tempo, disse a Equinor na sexta-feira. Os contratos serão concedidos à Aker Solutions, Axess, Oceaneering Asset Integrity e IKM Operations, com efeitos a partir de 1º de janeiro de 2020. Os contratos têm duração fixa de seis anos com mais duas opções de quatro anos.

O valor total, incluindo opções, é estimado em pouco mais de NOK 3,5 bilhões (US $ 380,3 milhões), onde o escopo empregará entre 300 e 400 pessoas por ano. “Os acordos garantirão previsibilidade para a Equinor e para os fornecedores. Eles formam a base de uma forte colaboração de longo prazo, permitindo o uso de novas tecnologias, alcançando melhorias contínuas e aumentando a segurança e a criação de valor para todas as partes ”, disse Peggy Krantz-Underland, diretora de compras (CPO) da Equinor.

Revelando fraquezas

Segundo a Equinor, o principal objetivo dos serviços de inspeção é manter todas as instalações em bom estado e preparar-se para operações seguras, confiáveis ​​e eficientes.

Os serviços revelarão fraquezas nas instalações de petróleo e gás onshore e offshore para evitar danos graves, e várias tecnologias são aplicadas, como ultrassom, radiografia e inspeção por drone, explicou a empresa.

Os acordos são projetados para recompensar os fornecedores por melhorias em geral e pelo uso de novas tecnologias e digitalização especificamente.

Veja também

Kjetil Hove, vice-presidente sênior de tecnologia de operações da Equinor, disse: “Já estamos aplicando métodos avançados de ultrassom para reduzir a radiação do uso da radiografia. Essas são tecnologias avançadas que esperamos que sejam ainda mais desenvolvidas. Também é empolgante ver que os drones devem amadurecer de um produto de nicho para se tornarem entregas padrão nesses serviços. Isso beneficiará nossas instalações, pois teremos melhores métodos para inspecionar áreas em altura. ”

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.