Menu
Início Energia solar 24/7: Conheça os painéis solares que geram eletricidade à noite. O fim das baterias!

Energia solar 24/7: Conheça os painéis solares que geram eletricidade à noite. O fim das baterias!

3 de abril de 2024 às 21:28
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
painel solar - painel fotovoltaico - energia renovável - baterias
Inovação energética: Painéis solares que funcionam à noite, a solução energética do futuro. Gere eletricidade mesmo sem sol

Inovação energética: Painéis solares que funcionam à noite, a solução energética do futuro. Gere eletricidade mesmo sem sol

As empresas ligadas à indústria energética estão dedicando seus recursos e esforços para buscar constantemente novas e inovadoras formas de gerar energia com o menor número de recursos possível, especialmente através de painéis solares.

Essa busca por eficiência e sustentabilidade levou um grupo em particular a criar um painel solar que funciona sem luz.

Artigos recomendados

Uma invenção que mudará o futuro das empresas energéticas

O mundo da energia solar deu um salto monumental quando um grupo de especialistas conseguiu capturar a atenção global ao desenvolver painéis fotovoltaicos que funcionam não só durante o dia, mas também durante a noite. Essa façanha tecnológica sem precedentes deixou todos maravilhados.

A maioria dos painéis solares convencionais só pode gerar eletricidade quando recebem luz solar direta, o que faz com que a descoberta do pesquisador Sid Assawaworrarit e sua equipe de engenheiros da Universidade de Stanford seja realmente inovadora.

Seu feito representa uma novidade sem precedentes no campo da energia solar, já que desenvolveram um painel solar capaz de funcionar de maneira efetiva mesmo durante a noite. Esta capacidade revolucionária desafia as limitações previamente aceitas da energia solar.

A equipe de Assawaworrarit implementou uma estratégia inovadora utilizando um gerador termoelétrico junto com painéis solares convencionais. Essa combinação permitiu-lhes controlar a temperatura dos painéis em relação ao ambiente. Aproveitaram as noites limpas da Califórnia, onde o clima propício facilitava que a luz infravermelha armazenada nos painéis se dispersasse no ar, oferecendo uma fonte adicional de energia durante a noite.

Durante a noite, o dispositivo aproveita o calor que escapa da Terra em direção ao espaço, energia que está na mesma ordem de magnitude que a radiação solar entrante durante o dia. À noite, as células solares irradiam calor, que se perde no céu, e alcançam temperaturas alguns graus abaixo da do ar do ambiente.

O dispositivo em desenvolvimento utiliza um módulo termoelétrico para gerar tensão e corrente elétricas a partir do gradiente de temperatura entre a célula e o ar. Este processo é alcançado graças ao design térmico do sistema, que inclui um lado quente e outro frio.

A eletricidade gerada à noite por este meio é bastante menor que a gerada durante o dia pela radiação solar, mas é suficiente para fornecer iluminação à moradia. A equipe já comprovou que estas células solares com módulo termoelétrico funcionam da maneira prevista de dia assim como de noite.

Estes foram os resultados do seu benéfico estudo com o painel solar

Esta abordagem inteligente melhorou a eficiência dos painéis mesmo em condições de baixa luminosidade, abrindo novas possibilidades para a geração de energia solar contínua de 24 horas, tornando-se uma descoberta totalmente revolucionária.

Assawaworrarit e sua equipe alcançaram a produção de 50 miliwattsh/m2 no painel solar como resultado de sua estratégia. Embora acreditem que sob condições ideais poderiam gerar ainda mais energia. Apesar disso, a potência obtida não se compara à de um painel exposto diretamente à luz solar, que varia entre 250W e 300W.

A ideia de painéis fotovoltaicos noturnos é interessante e poderia oferecer uma solução alternativa para a geração de energia em situações onde a luz solar direta não está disponível. Imagem: ekkogreen

A ideia de painéis fotovoltaicos noturnos é interessante e poderia oferecer uma solução alternativa para a geração de energia em situações onde a luz solar direta não está disponível, como em áreas com condições climáticas extremas ou em lugares onde a luz do sol não chega durante certas épocas do ano, como em regiões polares durante o inverno.

No entanto, é importante considerar vários aspectos técnicos e práticos antes de determinar a viabilidade e eficácia desta tecnologia. Por exemplo, seria necessário um sistema de armazenamento de energia robusto para acumular a energia gerada durante o dia para seu uso durante a noite.

O objetivo que acabará com as baterias dos painéis solares

Segundo o Interesting Engineering, esses painéis poderiam ser usados para alimentar sensores ambientais, mesmo em áreas remotas. Essa aplicação abriria a possibilidade de fornecer energia a dispositivos localizados em lugares de difícil acesso, garantindo seu funcionamento de maneira contínua e sem necessidade de intervenção humana para a substituição de baterias.

Ao eliminar a necessidade de baterias, reduz-se a quantidade de materiais utilizados e a necessidade de substituí-los periodicamente, o que, por sua vez, diminui os custos de manutenção e prolonga a vida útil dos dispositivos.

Além disso, ao não depender de baterias, elimina-se também o problema dos resíduos relacionados a elas, o que contribui ainda mais para a sustentabilidade. Com uma vida útil praticamente infinita, os painéis solares podem se tornar uma parte fundamental de um futuro energético mais limpo e eficiente.

Inscreva-se
Notificar de
guest
Seus comentários são moderados antes de serem aprovados ou não! Portanto, estão proibidos os seguintes termos: palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político. A infração destas regras ocasionará na impossibilidade de comentar e até mesmo exclusão de seu cadastro. Seus comentários, perfil e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça seu cadastro aqui ou faça login com suas redes sociais.
14 Comentários
Mais antigos
Mais recente Mais votado
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Elvio
Elvio
Visitante
4 de abril de 2024 08:48
Acho que erraram na unidade de 50 MWh/m², seria 50 Wh/m² talvez.
Parece interessante, porém me parece energia térmica e não fotovoltaica.
Paulo Nogueira
Paulo Nogueira(@petroleo)
Responder a  Elvio
4 de abril de 2024 11:14
ótimo!
Armando
Armando
Visitante
Responder a  Paulo Nogueira
4 de abril de 2024 15:43
O redator, enganou-se novamente. Ouvindo o vídeo no site referenciado na reportagem, o valor de geração é 50 miliwattsh/m2, e não 50 MWh/m2 nem 50 Wh/m2. E pior, a geração não é através das placas fotovoltaicas mas sim um gerador termoeletrico, equipamento diferente do existente nos nossos telhados.
Armando
Armando
Visitante
Responder a  Elvio
4 de abril de 2024 15:41
O redator, enganou-se novamente. Ouvindo o vídeo no site referenciado na reportagem, o valor de geração é 50 miliwattsh/m2, e não 50 MWh/m2 nem 50 Wh/m2. E pior, a geração não é através das placas fotovoltaicas mas sim um gerador termoeletrico, equipamento diferente do existente nos nossos telhados.
rui
rui
Visitante
4 de abril de 2024 10:49
nesse caso deixam de ser painel solar e passam a ser painel lunar
Amorim
Amorim
Visitante
Responder a  rui
5 de abril de 2024 20:23
Boa. Já deu o nome certo para o painel. Painel Lunar.
Mano walter
Mano walter
Visitante
Responder a  Amorim
8 de abril de 2024 22:04
Nao é gerado pela lua kkk
Osvaldo damacena
Osvaldo damacena
Visitante
4 de abril de 2024 11:31
Olá gera a noite quanto por % do quê gera durante o dia?
Armando
Armando
Visitante
Responder a  Osvaldo damacena
4 de abril de 2024 15:25
Também não acredito !!! Acredito que tenha má interpretação dos dados do artigo.
Armando
Armando
Visitante
4 de abril de 2024 15:22
Sinceramente, uma placa com potencia nominal de 250 ou 300 Wp, gerar 50 Wh/m2 a noite??? Papai Noel vai trocar as renas por essas placas…. fake!!!
Roberto Cappellari
Roberto Cappellari
Visitante
4 de abril de 2024 18:08
Isso não é nenhuma novidade. É baseado no efeito Peltier e não usa as células solares. Esse efeito é muito utilizado em mini geladeiras veiculares e na indústria como sensores de medição de temperatura. O problema é que como gerador de energia a eficiência é baixíssima, acredito que não é economicamente viável.
Ana Paula Verri
Ana Paula Verri
Visitante
Responder a  Roberto Cappellari
5 de abril de 2024 19:21
Já existe um gerador de energia portátil QUE tem tomadas e dá para uma casa inteira. Custa 23.000 reais.
Júlio
Júlio
Visitante
5 de abril de 2024 05:25
Triste é o título apelativo
Jaime Alexandrina
Jaime Alexandrina
Visitante
5 de abril de 2024 05:45
Muito bom gostaria que fosse antes de eu colocar a minha
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
14
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x