Em combate ao novo coronavírus, usinas de açúcar e etanol irão fabricar álcool 70% para doação


Para combate ao novo coronavírus, usinas de açúcar e etanol irão fabricar álcool 70% para doação

O item produzido pela usinas de açúcar e etanol será destinado para ações de higienização em estabelecimentos de saúde e outros em Goiás

Como medida de combate à disseminação do novo coronavírus no Brasil, o estado de Goiás irá receber lotes de álcool líquido 70% que serão produzidos por usinas de açúcar e etanol. O produto será destinado para doação em atividades de higienização em hospitais, presídios, asilos e unidades socioeducativas de todo o estado. Valor de R$ 5,24 milhões repassado pela Vale ao Estado de Minas Gerais, será usado para reforço no combate ao COVID-19.

Veja também

De acordo com o presidente executivo do Sindicato da Indústria e Fabricação de Etanol do Estado de Goiás (Sifaeg), André Rocha, mesmo no período intermédio entre uma safra e outra, as usinas estão conseguindo transformar o etanol em álcool 70%.

“Já temos uma ou duas usinas de trabalho imediato. A produção terá uma média de cerca de 100 mil litros. O destino principal, além das unidades de saúde, são asilos, presídios e unidades socioeducativas”, informou o executivo.

O presidente do Sifaeg ainda comentou que grande parte das usinas de açúcar e etanol ainda não realiza a produção do álcool em gel por causa da ausência do carbopol, um reagente que faz parte da composição do produto.

Álcool 70% em combate à pandemia do coronavírus

Na última terça-feira (17), em votação simbólica, a Câmara aprovou um decreto que derruba, por 90 dias, uma portaria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), de 2002, que restringia a comercialização de álcool 70% no varejo. A proposta seguirá para o senado.

O produto é uma alternativa ao álcool gel, que atualmente já está escasso no mercado em virtude da crise do coronavírus.

TENHA UM CV ESPECÍFICO PARA O SETOR DE ÓLEO E GÁS

Você gostaria de ter um currículo desenvolvido especialmente para uma vaga no meio marítimo, em plataforma, offshore ou cabotagem? Adquira seu currículo offshore formatado e específico aqui📄

Kelly Angelim

Sobre Kelly Angelim

Engenheira de Petróleo, especialista em Eficiência Energética e mestre em Engenharia Civil. Experiente na indústria petrolífera onshore; Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos