Diretor da ANP diz que Brasil tem potencial de construção de refinarias para mercado de combustíveis no país

Diretor da ANP diz que Brasil tem potencial de construção de refinarias para mercado de combustíveis no país

Para Décio Oddone, diretor da ANP, ampliação da capacidade de refino no Brasil se deve ao déficit na balança comercial de combustíveis do país

O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Décio Oddone, diz que há a possibilidade para a construção de refinarias no Brasil em longo prazo. Segundo ele, a potencial expansão de unidades de refino no futuro ocorre devido ao fato das disparidades na balança comercial de combustíveis do país. Veja também que empresa da marca Shell prevê construção de gasoduto para escoamento de gás natural do pré-sal brasileiro.

Você também pode gostar:

A fim de garantir a ampliação da capacidade de refino do Brasil, Oddone entende que é necessário manter a equidade de preços com o mercado de combustíveis internacional.

“Para construir refinarias, tem que haver investimentos. E, para haver investimentos, tem que haver atratividade. O preço tem que ser internacional. Não vejo como que fugir dessa lógica”, afirmou o diretor da ANP em reportagem ao Valor Econômico.

No entanto, antes de qualquer expansão do cenário de refino no Brasil, os trabalhos em curto e médio prazos deverão ser de aquisições de unidades já operantes no Brasil, no contexto do plano de desinvestimentos da Petrobras, que já colocou à venda oito de suas refinarias.

A ampliação de parque de refino brasileiro, nos últimos anos, estava baseada na implantação da segunda etapa (trem) da Refinaria Abreu e Lima (Rnest) e na construção da refinaria do Comperj, no RJ. Porém, a Petrobras cancelou os dois projetos. No caso do Comperj, a estatal ainda avalia a possibilidade de construção de uma termelétrica no local. 

De acordo com o diretor-geral da ANP, um possível cenário do Brasil autossuficiente no mercado de combustíveis no futuro também irá favorecer a redução de preços dos derivados de petróleo no país.

“Essa seria a maneira estrutural de trazer o preço do derivado para baixo. Mas para isso precisamos construir refinarias”, informou Oddone.

TENHA UM CV ESPECÍFICO PARA O SETOR DE ÓLEO E GÁS

Você gostaria de ter um currículo desenvolvido especialmente para uma vaga no meio marítimo, em plataforma, offshore ou cabotagem? Adquira seu currículo offshore formatado e específico aqui📄
Kelly Angelim

Sobre Kelly Angelim

Engenheira de Petróleo, especialista em Eficiência Energética e mestre em Engenharia Civil. Experiente na indústria petrolífera onshore; Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.