Determinada a suspensão de atividades nas obras da termelétrica Gás Natural Açu em São João da Barra, no RJ


Determinada a suspensão de atividades nas obras da termelétrica Gás Natural Açu em São João da Barra, no RJ

Empresas seguem plano de contigência e suspendem atividades das obras da termelétrica Gás Natural Açu (GNA I) em São João da Barra, no RJ

Em tempos da pandemia do coronavírus, diversas empresas estão seguindo as orientações estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OSM) e suspendendo suas atividades para evitar a disseminação da Covid-19. Em reunião nesta quarta-feira (18), o Consórcio Térmica do Açu decidiu paralisar as atividades nas obras de implantação da Termelétrica Gás Natural Açu (GNA) I, no munícipio de em São João da Barra, RJ. A medida ainda prevê férias coletivas para a mão-de-obra trabalhadora a partir do dia 23.

Você também pode conferir

A GNA I está prevista para ser inaugurada em 2021 e terá capacidade de 1,3 GW. A unidade compõe o complexo termelétrico do Porto do Açu, que promete ser o maior da América Latina, consistindo em duas usinas termelétricas a gás natural em ciclo combinado, além de um Terminal de Regaseificação de GNL.

Com o surto mundial do coronavírus, empresas como a Andrade Gutierrez e Acciona, contratadas para obras de construção civil e montagem da termelétrica, suspenderam suas atividades e possibilitaram a não circulação de 4.300 trabalhadores no empreendimento.

“Estamos orientando e cobrando o cumprimento dos planos de contingência das empresas neste momento em que todos estamos em luta contra a disseminação do coronavírus”, informa a prefeita de São João da Barra, Carla Machado.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Marcelino Souza, todas as ações para se impedir a propagação do novo coronavírus foram estabelecidas a partir do Plano de Contingência das companhias envolvidas na construção da termelétrica GNA I.

Durante a reunião, ainda ficou determindado o compromisso de que as empresas instaladas no empreendimento, além das subsidiárias do Grupo Prumo, também possam aderir às medidas, como a Technip-FMC, Brasil Port e Intermoor.

Faça o Curso de Inglês Autodidata

A economia brasileira está mais próximo do que nunca de empresas globais. A necessidade de funcionários  que tenham no minimo inglês intermediário cresce mas os empregadores têm dificuldades de encontrar candidatos que têm noções do idioma. O curso A Jornada do Inglês Autodidata vem sanando este problema de muitos alunos, com um método fácil e inovador. Assistam aqui os depoimentos reais de estudantes que adquiram o curso e depois façam suas matrículas também.


Kelly Angelim

Sobre Kelly Angelim

Engenheira de Petróleo, especialista em Eficiência Energética e mestre em Engenharia Civil. Experiente na indústria petrolífera onshore; Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos