Construção naval terá 2,54 bilhões de reais do Fundo da Marinha Mercante

Construção naval terá 2,54 bilhões de reais do Fundo da Marinha Mercante

dezembro 11, 2018 Off Por Renato Oliveira

Montante foi aprovado pelo Conselho Diretor e será destinado a novos projetos da construção naval

Na última quinta-feira (06/12), a construção naval ganhou mais uma boa notícia que pode ajudar a alavancar seu processo de recuperação, o Conselho Diretor do Fundo de Marinha Mercante (CDFMM) aprovou R$ 2,54 bilhões para ser usado em projetos prioritários e outros R$ 4,16 bilhões para projetos que já estavam aprovados em outras reuniões e ganharam mais prazos de contratações, estes representam 62% dos projetos prioritários aprovados na 39° reunião ordinária na sede do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

Outra área também contemplada foi a de apoio marítimo, que receberá R$ 92,9 milhões para construção de duas embarcações do tipo SDSV (apoio a mergulho) e R$ 66,6 milhões de suplementação para construção de um PLSV (lançamento de linhas). Para a cabotagem foram destinados R$ 522,8 milhões para construção de dois porta-contêineres, que estão sendo negociados com o Atlântico Sul (PE).

Na navegação interior, R$ 68,4 milhões para construção de 15 empurradores fluviais e barcaças graneleiras, e ainda R$ 144,7 milhões são destinados para construção de um terminal flutuante, empurradores, lancha de apoio e balsas, além de R$ 26,2 milhões de atualização monetária do financiamento para um navio gaseiro.
A área de reparos também foi analisada e o CDFMM concedeu prioridade de R$ 92 milhões para reparo de 16 PSVs (transporte de suprimentos) e R$ 14,6 milhões para reparo de um CSV (suporte à construção offshore).

Obras em estaleiros também no radar

Os estaleiros também receberão financiamentos prioritários, como por exemplo o Jurong de Aracruz (ES), que terá para obras de construção, expansão e modernização de suas instalações, o montante de R$ 1,46 bilhão. A construção de um novo estaleiro em São luís (MA) receberá R$ 25 milhões e o estaleiro Wilson Sons, do Guarujá (SP), terá R$ 24,2 milhões para sua modernização.

Agora o CDFMM aguarda os projetos para obtenção da prioridade de financiamento dos interessados, que tem até o dia 21 de Janeiro para apresentar seus projetos, sendo que o FMM está apto a financiar até 90% do valor dos projetos, mas esse percentual vai depender do conteúdo nacional e do tipo de embarcação. A análise dos projetos será realizada na próxima reunião do CDFMM agendada para 21 de março de 2019.

Modificações em projeto de lei da distribuição de recursos do AFRMM destinará recursos a Marinha do Brasil que poderá renovar sua frota. Leia mais !