1. Início
  2. / Construção
  3. / Conheça a monumental usina hidrelétrica que produz 11.000 milhões de kWh de energia lançando água a 3.000 metros de altitude e é tão grande quanto a Torre Eiffel
Tempo de leitura 3 min de leitura Comentários 4 comentários

Conheça a monumental usina hidrelétrica que produz 11.000 milhões de kWh de energia lançando água a 3.000 metros de altitude e é tão grande quanto a Torre Eiffel

Escrito por Noel Budeguer
Publicado em 09/06/2024 às 11:49
Energia - construção - energia hidrelétrica - usina hidrelétrica - China - energia sustentável
Conheça a monumental usina hidrelétrica, que produz 11.000 milhões de kWh de energia lançando água a 3.000 metros de altitude e é tão grande quanto a Torre Eiffel

A China revoluciona a construção de usinas hidrelétricas com Lianghekou, que produz 11.000 milhões de kWh de energia a 3.000 metros de altitude e é do tamanho da Torre Eiffel

Há uma usina hidrelétrica colossal a 3.000 metros de altitude. Gera 11.000 milhões de kWh de energia e é uma construção tão grande quanto a Torre Eiffel. Cabe destacar o conceito das usinas hidrelétricas, que são infraestruturas nas quais se emprega energia hidráulica para produzir grandes quantidades de energia elétrica. O design e a distribuição de seus componentes permitem que se aproveite a força que impacta uma corrente de água sobre uma turbina, fazendo-a girar em alta velocidade. Esse movimento de giro é transmitido através de mecanismos para que um gerador elétrico o aproveite e gere energia elétrica.

O uso de uma usina hidrelétrica é uma das maneiras mais utilizadas para conseguir energia elétrica, dado que a quantidade de energia é alta comparando-a com outros sistemas. Além disso, para isso se utiliza um recurso renovável como a água.

China revela uma colosal usina de energia hidrelétrica

A China faz história e revela a megacentral hidrelétrica de Lianghekou. É quase do tamanho da Torre Eiffel e a de maior altitude do país. É uma construção gigantesca que ostenta uma altitude média de 3.000 metros, colocando-a acima do restante das usinas na China. Está localizada sobre o rio Yalong, em Garzê, no sudoeste do país. Por outro lado, sua capacidade instalada total planejada registra três milhões de kW.

Esta construção arrancou há quase dez anos, em outubro de 2014, e seus responsáveis terminaram com ela apenas em 2023. Analisando os números, o investimento aprovado está em torno de 66.500 milhões de yuans, que equivalem a 9.449 milhões de euros. O design do reservatório permite que ele atinja quase 11.000 milhões de metros cúbicos (m³), concretamente 10.800.

Além disso, calcula-se que o volume anual de produção de energia ultrapasse os 11.000 milhões de kWh. A primeira unidade da usina hidrelétrica foi colocada em operação em setembro de 2021.

A usina hidrelétrica da China estabelece um precedente

Segundo informa a Yalong River Hydropower Development Company Ltd (YLHDC), no ponto mais elevado, a barragem de enrocamento ascende 295 metros, chegando ao nível da Torre Eiffel (que se situa em cerca de 300 m sem contar com a antena). A usina hidrelétrica integra, entre outros elementos, vertedouros, um túnel de ventilação e uma planta de energia subterrânea.

A agência de notícias estatal Xinhua aponta que a usina hidrelétrica será um ponto de inflexão no fornecimento de Sichuan e no desenvolvimento do Cinturão Econômico do Rio Yangtzé e do círculo econômico Chengdu-Chongqing.

A agência estatal publicou imagens e vídeos mostrando a usina hidrelétrica tanto no exterior quanto no interior, incluindo as salas onde trabalham os operadores, as seis unidades de produção de energia e os equipamentos de monitoramento. A planta está localizada a cerca de 25 quilômetros rio acima do condado de Yajiang, na prefeitura autônoma tibetana de Ganzi.

Detalhes técnicos e a construção colosal

Somando tudo, chegamos a 1,57 quilômetros de comprimento. Sua torre de captação de água chega a 115 metros de altura, 160 de largura e 33 de comprimento. Sua elevada altura permite alcançar uma altitude média de 3.000 metros, a maior do país para uma infraestrutura dessas características e, segundo o Global Times, a segunda maior do mundo.

A usina hidrelétrica de Lianghekou é uma das 22 usinas que trabalharão no curso principal do Yalong, com a aprovação das autoridades em 2014. Este não é o único projeto que coloca a China no centro das atenções. A construção desta gigantesca infraestrutura representa um marco na construção de obras hidrelétricas, demonstrando a capacidade e a ambição da China em liderar no setor de energias renováveis.

Inscreva-se
Notificar de
guest
❗❗❗Faça login para poder postar links, fotos, conectar com pessoas e muito mais. Seu perfil pode ser visto por mais de 1 milhão de usuários todos os dias😉
4 Comentários
Mais antigos
Mais recente Mais votado
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Noel Budeguer

De nacionalidade argentina, sou redator de notícias e especialista na área. Abordo temas como ciência, petróleo, gás, tecnologia, indústria automotiva, energias renováveis e todas as tendências no mercado de trabalho.

Compartilhar em aplicativos
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x