Menu
Início Conheça a maior e mais pesada estrutura já movida pelo homem: Plataforma Troll-A, um feito de engenharia para a extração de gás natural

Conheça a maior e mais pesada estrutura já movida pelo homem: Plataforma Troll-A, um feito de engenharia para a extração de gás natural

2 de abril de 2024 às 17:47
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
plataforma - construção
Mede 472 metros de altura, dos quais 300 estão localizados no fundo do mar. Com um peso impressionante de 683.600 toneladas; 1,2 milhão de toneladas com lastro

A plataforma mede 472 metros de altura, dos quais 300 estão no fundo do mar. Com um peso de 683.600 toneladas; 1,2 milhão de toneladas com lastro

A plataforma de Gas Troll-A é a maior e mais pesada estrutura já transportada pelo homem através da superfície terrestre. Mede 472 metros de altura, dos quais 300 estão localizados no fundo do mar. Com um peso impressionante de 683.600 toneladas; 1,2 milhão de toneladas com lastro, essa enorme estrutura foi projetada e construída para extrair gás natural das profundezas do campo de gás Troll.

No entanto, para tornar essa incrível estrutura possível, os engenheiros tiveram que superar uma série de desafios, desde o transporte e instalação até a extração e transporte do gás. Neste artigo, vamos explorar os principais desafios enfrentados pelos engenheiros e as soluções inovadoras encontradas para tornar a plataforma de Gas Troll-A uma realidade.

Artigos recomendados

Construção das pernas da plataforma

Uma das partes mais críticas e importantes da plataforma de Gas Troll-A eram suas pernas, que tinham uma altura impressionante de 303 metros. Essas pernas precisavam ser realistas, extremamente fortes e resistentes, flexíveis e, principalmente, impermeáveis. A solução encontrada pelos engenheiros foi usar concreto, um material promissor que atendia a todos os requisitos.

No entanto, o concreto tinha uma falha fatal: quando construído em partes separadas, era difícil torná-lo à prova d’água nas juntas. Além disso, as regiões de encontro dos elementos completados em tempos diferentes ficavam fracamente unidas, tornando a estrutura instável e potencialmente sujeita a colapso. Para solucionar esse problema, os engenheiros utilizaram o sistema de forma deslizante, que permitiu a construção contínua e sem emendas das pernas da plataforma.

  • O sistema de forma deslizante consiste em montar uma forma com o formato da estrutura pretendida em torno das armações de aço.
  • Em seguida, o concreto é despejado, e o sistema hidráulico eleva a plataforma alguns centímetros para cima.
  • Esse processo é repetido sucessivamente, garantindo que a estrutura cresça de forma contínua, sem interrupções e emendas.

Com o uso das formas deslizantes, as pernas da plataforma foram construídas como uma peça única, sem emendas, tornando a estrutura mais segura e resistente.

Parte interna de uma das pernas da plataforma Troll-A, têm quase dois metros de espessura

A resistência às tempestades e ondas do mar

A plataforma de GasTroll-A foi construída para resistir às enormes tensões geradas pelos ventos das tempestades mais intensas e ondas de até 30 metros de altura. Também foi projetada para durar até o ano de 2066. No entanto, a estrutura escondia um potencial problema que poderia levá-la ao colapso – o efeito da ressonância aeroelástica.

A ressonância aeroelástica é uma condição aerodinamicamente induzida em que a estrutura começa a vibrar na mesma frequência das ondas do mar, levando-a a colapsar. Para evitar esse problema, os engenheiros utilizaram um enorme bloco de concreto chamado de shortler, que interliga as pernas da plataforma para eliminar as possíveis ressonâncias causadas pelas ondas do mar.

Posicionamento da plataforma no fundo do mar

Após a construção das pernas da plataforma, era necessário uni-las para formar a estrutura final. As pernas e a própria plataforma foram construídas separadamente e precisavam ser unidas. O método utilizado foi preencher as pernas de 300 metros com água, quase as submergindo completamente. Esse processo foi considerado a parte mais crítica de toda a construção.

Após a submersão das pernas, foi criado um vácuo que fez com que os pilares de 40 metros adentrassem no leito do mar, prendendo assim a plataforma. Essa solução evita que tanto ondas de até 30 metros quanto ventos fortes possam derrubar a plataforma.

Extração e transporte do gás

A plataforma de Gas Troll-A iniciou sua produção em 1996 e atualmente operada pela empresa Equinor. Ela é responsável pela extração de gás natural e óleo dos campos de gás Troll. O gás extraído é transportado através de 70 km de tubulações até a Noruega.

No início da exploração, a pressão interna do gás era tão alta que ele era transportado até a Noruega sem a necessidade de maquinário adicional. No entanto, após 10 anos, os engenheiros tiveram que encontrar uma solução para utilizar o gás de forma mais eficiente e controlada, mantendo os níveis de produção de acordo com o interesse da empresa.

A solução encontrada foi o uso de compressores, equipamentos que se baseiam no princípio de funcionamento de uma ventoinha. Os compressores são responsáveis por expulsar o gás através de uma tubulação de 70 km até a Noruega em apenas 84 segundos, a uma velocidade de 36 km por hora. Isso permite que o gás seja transportado de forma eficiente e atenda às necessidades dos mais de 80 milhões de usuários na Europa.

Uma verdadeira obra de engenharia

A plataforma de Gas Troll-A é uma verdadeira obra de engenharia, que enfrentou uma série de desafios para se tornar uma realidade. Desde a construção das pernas da plataforma até o posicionamento no fundo do mar e a extração e transporte eficiente do gás, os engenheiros encontraram soluções inovadoras para superar cada obstáculo.

Essa incrível estrutura, que pesa 1,2 milhões de toneladas, representa um marco na engenharia e na exploração de recursos naturais. Com sua capacidade de resistir a tempestades, ondas e até mesmo terremotos, a plataforma de GasTroll-A é um exemplo impressionante de como a engenharia pode superar desafios e fazer o impossível se tornar possível.

0 0 Votos
Avalie o Artigo

Inscreva-se
Notificar de
guest
Seus comentários são moderados antes de serem aprovados ou não! Portanto, estão proibidos os seguintes termos: palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político. A infração destas regras ocasionará na impossibilidade de comentar e até mesmo exclusão de seu cadastro. Seus comentários, perfil e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça seu cadastro aqui ou faça login com suas redes sociais.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x