Complexo Solar Apodi inicia operação na próxima semana

equinor energia solar energia alternativa
 

Projeto custou R$ 700 milhões e é o primeiro investimento em energia fotovoltaica da petroleira norueguesa Equinor

Na próxima semana entra em comissionamento o complexo solar do Apodi, localizado no Ceará, as sócias Kroma Energia, Z2 Power, Scatec e Equinor viabilizaram o projeto em 2015, no 8º Leilão de Energia de Reserva promovido pelo Governo Federal, com operação programada para novembro de 2018. A chinesa BYD forneceu os 500 mil painéis fotovoltaicos e os mesmos foram instalados em 10 meses, ocupando uma área equivalente a 500 campos de futebol o parque possui 160 MW de capacidade, ou seja, capacidade para energizar 200 mil residências por mês. O projeto custou 700 milhões e contou com 75% de investimento do Banco do Nordeste

Rodrigo Mello, sócio da Kroma Energia declarou que “Esse é o primeiro investimento em energia solar da norueguesa Equinor no mundo” e “Estaremos concluindo o projeto na próxima semana”. A Equinor em joint venture com a Scatec, também norueguesa, está apostando no mercado de energia renovável no Brasil e os demais sócios são brasileiros.

O projeto foi desenvolvido 100% pela Kroma e possui fator de capacidade de 29%. A entrada dos estrangeiros aconteceu após o leilão, que compraram 87,5% de participação no empreendimento. A energia produzida em Apodi será distribuída por uma linha em 230 kV localizada a 700 metros da subestação Quixeré, operada pela Chesf.

FUTURO

Com a pouca demanda dos leilões promovidos pelo Governo Federal, para 2019 as empresas estão apostando em projetos viabilizados por meio de contratos de venda de energia no mercado livre. “A expectativa é que a gente continue crescendo nos próximos dois anos com PPAs privados. Entendemos que ainda há uma necessidade de recuperação da economia no Brasil”, disse Marcelo Dias, CEO da Scatec no Brasil. O primeiro contrato privado já foi fechado: são 200 MW médios que precisarão ser entregues em 2021.

Dias declarou também que financiamento para este tipo de projeto não é problema, em 2018, o Banco do Nordeste destinou R$ 17 bilhões para o setor de infraestrutura e há informações de que parte desse recurso já foi direcionado para projetos de energia no mercado livre. “Isso é uma notícia que nos deixa tranquilo para enquadrar os nossos projetos no mercado livre”, disse.

O futuro do mercado de geração de energia no Brasil será um mix entre contratos com empresas privadas e leilões promovidos pelo governo”, concordou Mello. Segundo o executivo, as empresas possuem 3 GW em projetos solares em desenvolvimento, desses 2 GW estão prontos para leilão.

Gostaria de Ganhar um Curso de CBSP+HUET, 100% Grátis?

Em dezembro de 2018, sortearemos dois cursos combos de CBSP( Curso Básico de Segurança em Plataforma) e HEUT( Escape de Aeronave Submersa). Acontece que estes cursos são caros e muitas que desejam fazer pela primeira vez ou fazer uma reciclagem, estão com dificuldades devido a atual situação de empregabilidade. O Click Petróleo e Gás em reconhecimento a você leitor, com o patrocínio da Shelter Cursos e Treinamentos,  sortearemos estas certificações. Como participar...? É muito simples! Compartilhem ao máximo nos postagens nas redes sociais como ( Facebook, Linkedin, Whatsapp e etc)  e em seus grupos de amigos! Se tudo der certo, todos os meses a partir de dezembro sortearemos estes e outros cursos. As formas, regras e parâmetros para o sorteiro serão divulgados neste final de semana em nossas redes sociais. Aproveitem e visitem o site da  Shelter Cursos e Treinamentos clicando aqui, há muitos treinamentos na área de petróleo e gás disponíveis.
The following two tabs change content below.
Renato Oliveira

Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki) inspecionando e acompanhando técnicas de fabricação e montagem de estruturas/tubulações/outfittings(acabamento avançado) para casco de Drillships