MENU
Menu
Início China inaugura o primeiro trem sem trilhos funcional do MUNDO e redefine mobilidade urbana

China inaugura o primeiro trem sem trilhos funcional do MUNDO e redefine mobilidade urbana

2 de fevereiro de 2024 às 10:56
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
China inaugura o primeiro trem sem trilhos do MUNDO e redefine mobilidade urbana em Zhuzhou!
Foto: Divulgação/Zhuzhou

China avança rumo ao futuro com o desenvolvimento de um trem sem trilhos, prometendo revolucionar a mobilidade urbana com tecnologia inovadora – saiba mais sobre este projeto pioneiro.

A China recentemente deu um grande passo na inovação da mobilidade urbana com a estreia do primeiro trem sem trilhos do mundo. Esta tecnologia inovadora, desenvolvida pela CRRC Corporation, um dos maiores fabricantes de trens do mundo, promete transformar o transporte urbano. O lançamento do Autonomous Rail Rapid Transit (ART) ocorreu em Zhuzhou, na província de Hunan, e é visto como um marco na jornada rumo a uma mobilidade urbana mais sustentável. Este avanço pioneiro no transporte público sinaliza um novo capítulo na história do transporte urbano na China.

Trem sem trilhos da China pode transportar até 300 passageiros

Equipado com tecnologia de ponta, o trem sem trilhos se destaca como uma grande inovação no setor de mobilidade urbana e promete operar por meio de tecnologia sensorial avançada, seguindo trajetos mapeados na estrada. A princípio, o trem conta com três vagões, mas a expectativa é que ele possa transportar até 5 vagões em uma outra fase, quando for expandido.

Artigos recomendados

A empresa desenvolvedora do projeto inovou ao usar rodas de borracha com núcleo de plástico, um modelo inédito no mercado. A expectativa é que o trem sem trilhos tenha uma vida útil de aproximadamente 25 anos.

Contando com 32 metros de comprimento, o projeto na China tem capacidade para transportar até 300 passageiros de uma só vez. Funcionando com energia elétrica, o trem sem trilhos pode percorrer 25 km após 10 minutos de carregamento. Ele pode alcançar uma velocidade máxima de 70 km/h.

No lugar dos trilhos físicos, o trem segue linhas pontilhadas pintadas na estrada, com 3,75 metros de largura. O trem possui sensores avançados que detectam o pavimento e coletam dados essenciais para a viagem.

Novo trem sem trilhos reúne todas as principais características de um ônibus

Com um design inovador, o trem sem trilhos é considerado uma evolução do ônibus público tradicional, parecendo mais com um bonde. Sua operação não demanda trilhos físicos, e o sistemas de duas cabeças permite que funcione como um trem de metrô, eliminando a necessidade de manobras para mudar de direção. Este trem representa um avanço significativo para a cidade de Zhuzhou, que tem uma população de aproximadamente 4 milhões de habitantes, oferecendo uma solução de transporte eficiente e moderna.

Segundo Peter Newman, professor de sustentabilidade da Universidade de Curtin, ônibus falham em duas frentes em relação à mobilidade urbana: este tipo de veículo não compete com carros, gerando tráfego, e não possibilitam um desenvolvimento mais denso, tornando as cidades expansivas em vez de passarem por um processo de reurbanização.

Para Newman, os trackless trams, veículos como ART, reúnem todas as melhores e nenhuma das piores características de um ônibus. Em 2022, o sistema já estava presente nas cidades de Yibin e Harbin. Em seguida, foi a vez de Suzhou e Xian, na China, Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos e Kuching, Malásia. Países como Zimbabwe, Austrália e Catar também planejam investir na tecnologia.

Trem sem trilhos não são uma novidade

A principal dificuldade para a implantação de um sistema ferroviário eficiente é a colocação apropriada dos trilhos. Entretanto, atualmente, com a tecnologia, cada vez mais aparecem formas de evitar tal necessidade. Um dos exemplos de desenvolvimento nesta área fica por conta dos trens tubulares, desenvolvidos pela Tubular Rail Inc.

O projeto, desenvolvido em 2011, consiste no uso de uma série de anéis elevados e os trilhos são desenvolvidos pelo próprio modelo enquanto passa entre cada anel. De acordo com os responsáveis pelo projeto, a instalação de um sistema como esse seria muito mais barato que os sistemas atuais. Além disso, o modelo suporta uma velocidade constante de aproximadamente 240 km/h.

Inscreva-se
Notificar de
guest
Seus comentários são moderados antes de serem aprovados ou não! Portanto, estão proibidos os seguintes termos: palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político. A infração destas regras ocasionará na impossibilidade de comentar e até mesmo exclusão de seu cadastro. Seus comentários, perfil e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça seu cadastro aqui ou faça login com suas redes sociais.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
0 0 Votos
Avalie o Artigo

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x