Cade aprova venda de participação em bloco no Espírito Santo da Equinor para Petrobras

Roberta Souza
por
-
07-05-2020 14:45:03
em Petróleo, Óleo e Gás
petrobras, equinor, cade, espírito santo petrobras, equinor, cade, espírito santo

A fatia negociada, equivalente a 40% do bloco ES-M-673, foi vendida pela Equinor a Petrobras e aprovada pelo Cade

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), através de sua Superintendência-Geral aprovou a venda da participação no bloco ES-M-673 da Equinor para a Petrobras. A fatia fica localizada na Bacia do Espírito Santo.

Veja ainda outras notícias do Click Petróleo e Gás:

Para ser totalmente concretizado, o negócio depende do aval da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Porém, a superintendência do Conselho verificou que há impedimentos e que o negócio não afetará o mercado de extração de petróleo e gás, garantindo a competitividade com outras empresas do setor.

A Petrobras já possuía 40% do bloco e agora, detém 80%. O restante, 20%, pertencem à empresa Enauta.

O bloco ES-M-673 em questão, ainda está em fase exploratória. Segundo o Cade, “Neste estágio, não é possível estimar o impacto que determinada concessão terá no mercado nacional ou mundial de petróleo e gás natural, na medida em que não se pode sequer dizer que a exploração da concessão irá resultar em descoberta de petróleo e gás natural em volume comercial que justifique o seu desenvolvimento e consequente comercialização”.

Ainda, de acordo com a superintendência, a operação não irá gerar concentrações econômicas imediatas no mercado de extração de óleo e gás. “Portanto, esta Superintendência-Geral entende que a presente operação não enseja preocupações concorrenciais e pode ser aprovada sob o rito sumário”, concluiu.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe