Home > Sem categoria

Brasil fica com saldo positivo na geração de empregos em 2018

Paulo Nogueira
por
-
25-01-2019 07:00:03
em Sem categoria
saldo positivo geração de empregos 2019 O Caged expôs relatórios positivos na manhã do dia 23 no Ministério da Economia, mais de 529.553 foram assinadas ano passado apôs 3 anos no vermelho

O Caged expôs relatórios positivos na manhã do dia 23 no Ministério da Economia, mais de 529.553 Carteiras de Trabalhos foram assinadas ano passado apôs 3 anos no vermelho

Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgou números animadores que superaram os resultados dos últimos 3 anos de empregabilidade no Brasil. Com mais de 529.553 empregos formais criados e registrados em Carteira de Trabalho, os números refletem na recuperação economia do país, com os dados expostos pelo Ministério da Economia na quarta-feira(23).

Em termos práticos, Houvem mais contratações do que demissões durante todo o período do a ano passado.

  • Contratações: 15.384.283
  • Demissões:  14.854.729 

A diferença pode parecer pífia, mas desde de o início da crise e recessão econômica em 2014, não se constata números positivos, com um pico de 420,6 mil empregos formais. Vejam os saldos negativos do últimos anos:

  • 2015:  -1,542 milhão
  • 2016:  -1.321 milhão
  • 2017:  -20.832( pequena melhora, mas ainda sim negativo)

O setor que encabeçou na geração de empregos em 2018 foi a modalidade de SERVIÇOS, com 398,mil novas vagas criadas.

Na ordem das 4 maiores cidades com melhor desempenho, São Paulo segue na liderança com 146 postos de trabalho criados, Minas com 81,9 mil, Santa Catarina 41,7 mil e Paraná, com 40,2 mil.

Os estados de Mato Grosso do Sul, Acre, Roraima e Alagoas tiverem o pior desempenho, com mais demissões do que criações de oportunidades.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.
fwefwefwefwefwe