BP recebe “OK” para o desenvolvimento do campo Alligin

Shetland. fpso bp contrato
 

A petrolífera britânica BP recebeu o apoio das autoridades do Reino Unido para prosseguir com o desenvolvimento do campo Alligin, a oeste de Shetland.

De acordo com a BP, o campo terá como meta 20 milhões de barris de óleo equivalente e espera-se que produza 12 mil barris brutos de óleo equivalente por dia no pico.Alligin está localizado a 140 quilômetros a oeste de Shetland em uma profundidade de água de 475 metros. Faz parte da área do Grande Schiehallion.  O desenvolvimento da Alligin consistirá de dois poços, que serão ligados à infra-estrutura submarina Schiehallion e Loyal existente, usando as instalações de processamento e exportação da embarcação flutuante de armazenamento, armazenamento de produção (FPSO) Glen Lyon. Espera-se entrar em operação em 2020.

A BP disse que os poços seriam perfurados usando o equipamento de perfuração semi-submersível Deepsea Aberdeen da Odfjel Drilling.

 

Campo de Alligin – Fonte BP

Ariel Flores, presidente regional da BP no Mar do Norte, disse: “A Alligin faz parte da nossa história de petróleo privilegiada, resgatando reservas retidas e prendendo-as de volta à infraestrutura existente. Desenvolvimentos como este, têm ciclos de projeto mais curtos, permitindo-nos trazer uma nova produção mais rápida. Esses tiebacks submarinos complementam nossas grandes start-ups e reforçam o compromisso da BP com o Mar do Norte. ”

Brenda Wyllie, a oeste de Shetland e gerente da Área Norte do Mar do Norte na Autoridade de Petróleo e Gás (OGA), um órgão que deu a aprovação, disse: “A Autoridade de Petróleo e Gás tem o prazer de consentir com o desenvolvimento do campo Alligin. Este projeto acelerado irá maximizar a recuperação econômica através da utilização de capacidade no FPSO Glen Lyon e é um bom exemplo da vantagem competitiva disponível para as operadoras da extensa infraestrutura instalada no UKCS. ”

A BP possui uma participação de 50 por cento no campo Alligin, com seu parceiro Shell mantendo os 50 por cento restantes.

Archer inicia novo capítulo na prestação de serviços de perfuração de plataformas para a Equinor

The following two tabs change content below.
Paulo Nogueira
Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior