BNDES libera R$2,7 bi para projetos de energia eólica na BA e de linhas de transmissão no PR da Engie do Brasil

Kelly
por
-
20-05-2020 15:56:16
em Energia Renovável
BNDES libera R$2,7 bi para projetos de energia eólica na BA e de linhas de transmissão no PR da Engie do Brasil Engie do Brasil projetos de energias renováveis

Recursos serão destinados à construção de parque de energia eólica na Bahia e projeto de linhas de transmissão no Paraná pela Engie

Para a construção de parque de energia eólica na BA e projeto de linhas de transmissão no PR da Engie do Brasil, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) concedeu um valor de 2,7 bilhões de reais em financiamento para a empresa. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (20), em comunicado oficial.

Veja também outras notícias

Do montante, cerca de 1,24 bilhão de reais será destinado ao complexo de energia eólica Campo Largo-Fase 2, que está em processo de implementação na Bahia e teve a produção futura negociada no mercado livre de energia elétrica. O parque eólico deverá estar totalmente operacional no próximo ano.

Já o projeto Gralha Azul, que engloba a construção de linhas de transmissão no Paraná com aproximadamente mil quilômetros em extensão, receberá empréstimo de 1,481 bilhão. As obras das linhas deverão ser concluídas em março de 2023. No entanto, segundo a Engie prevê a redução do prazo de implementação do projeto em pelo menos 12 meses.

Os recursos obtidos em financiamento junto ao BNDES correspondem a 80% do investimento estimado para ambos os empreendimentos.

A ENGIE desenvolve suas atividades em torno de um modelo baseado em crescimento sustentável para uma economia de baixo carbono, através do seu conhecimento técnico em quatro setores-chave: energias renováveis, eficiência energética, gás natural liquefeito e tecnologias digitais.

Neoenergia recebe impulso para construção de complexo de energia eólica no Nordeste brasileiro

O Ministério de Minas e Energia (MME) aprovou, junto ao Regime Especial para o Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi), projeto de seis usinas de energia eólica da Neoenergia somando 297 MW e R$ 1,6 bilhão em investimentos livre dos encargos PIS/PASEP e Confins. Leia a matéria completa aqui.

Tags:
Kelly
Engenheira de Petróleo especialista em Eficiência Energética e pós-graduada em Engenharia Civil; Possui experiência em atividades na indústria petrolífera onshore. Entre em contato para sugestões de pauta, postar vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.