ANP garante a realização de três leilões de Petróleo em 2019

Leilões da ANP

Décio Oddone, Diretor geral da ANP, confirmou o calendário de leilões de Petróleo para este ano e declarou que há demanda para tal decisão

A ANP acaba de manter o calendário de leilões de petróleo para este ano. O Diretor geral da ANP, Décio Oddone, negou que existam conversas para adiamento de um dos leilões, como o mesmo chegou a sugerir em um seminário do setor de Petróleo e Gás no mês passado.
Segundo Oddone existe demanda para tal e a declaração foi feita na última sexta-feira (07/06) na saída de uma reunião com Paulo Guedes e com os membros do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri), no Rio..

No momento da última declaração, Oddone estava preocupado em sobrecarregar a capacidade de análise das operadoras com três grandes leilões em curto espaço de tempo.

O breve espaço de tempo entre os leilões seria até prejudicial para a própria Petrobras, pois as operadoras poderiam ofertar preços não tão atraentes devido a quantidade de campos ofertados quase que ao mesmo tempo.

Porém a nova declaração do diretor da ANP afasta estes rumores e praticamente garante a realização, no segundo semestre, dos  leilões do Petróleo  da 16ª rodada de concessão de áreas do pós-sal em 10 de outubro, do excedente da cessão onerosa no dia 28 de outubro e da sexta rodada de partilha do pré-sal no dia 7 de novembro.


Mercado do Gás

Em relação a reunião no Rio de Janeiro, Oddone afirmou que não houve novidades e que o comitê que o governo criou para estudar a abertura do mercado de gás vai funcionar até junho e logo após apresentará suas sugestões.

Um dos temas polêmicos em relação a abertura do mercado de gás é a mudança das normas, este foi um dos assuntos discutidos com Paulo Guedes, mas o diretor da ANP não deu maiores detalhes.

Veja também ! Próximos leilões demandarão 35 sondas, 50 FPSO’s e 270 barcos de apoio !

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)