ANP determina medida que flexibiliza horários de funcionamento dos postos de combustíveis por conta do coronavírus


ANP determina medida que flexibiliza horários de funcionamento dos postos de combustíveis por conta do coronavírus

A ANP publicou hoje (23) uma resolução que torna os horários de abastecimentos de combustíveis mais flexíveis, em virtude do coronavírus

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis) publicou nesta segunda-feira (23) uma resolução que flexibiliza o horário de funcionamento dos postos de combustíveis no Brasil e reforça o cuidado com a garantia do abastecimento nacional em tempos de coronavírus. De acordo com o órgão, a medida já entra em vigor a partir da data de sua publicação. Petrobras desmente que há dezenas de pessoas infectadas a bordo da plataforma P-67, além de outros boatos.

Veja também

Segundo a Agência, os postos de combustíveis deverão funcionar, no mínimo, de segunda-feira a sábado, no horário das 7h às 19h, com base no Artigo 22, inciso XI, da Resolução ANP nº 41, de 5 de novembro de 2013. A solicitação para eventual funcionamento em horário inferior ao indicado deverá ser comunicada previamente para autorização da ANP.

Os procedimentos serão adotados enquanto durarem as medidas temporárias orientadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conter o avanço da pandemia do Coronavírus (Covid-19), de acordo com a Agência.

A ANP ainda recomenda aos Estados e Municípios da Federação que fiquem atentos ao abastecimento de combustíveis quanto às restrições estabelecidas. “É preciso garantir o fluxo regular de combustíveis (Gasolina, Etanol, Óleo Diesel, GLP, GAV, entre outros) com vistas ao suprimento do setor de transportes, hospitais, farmácias, supermercados, e demais serviços essenciais”, diz o orgão.

A ANP ainda informa que, em caso de dúvidas ou necessidade de apoio, contatem a agência através de:

*Fonte: ANP

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.

Kelly Angelim

Sobre Kelly Angelim

Engenheira de Petróleo, especialista em Eficiência Energética e mestre em Engenharia Civil. Experiente na indústria petrolífera onshore; Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos