Ambev fecha parceria com FNM e Agrale para produção de mil veículos elétricos incluindo caminhões e vans

Valdemar Medeiros
por
-
24-01-2021 09:36:32
em Logística e Transporte
Ambev - veículos elétricos - FNM

Caminhão elétrico da AmBev

Mil veiculos elétricos incluindo vans e caminhões serão produzidos em parceria da Ambev e FNM

A Ambev fechou mais uma parceria para a compra de mil veículos elétricos, desta vez com a Fábrica Nacional de Mobilidade (FNM), startup criada no ano passado. A produção será feita em área exclusiva na fábrica da Agrale em Caxias do Sul (RS), com quem a empresa tem contrato de cooperação técnica.

ANÚNCIO

Leia também

1,6 mil veículos elétricos

A Ambev e FNM não divulgaram o valor do investimento. A Ambev já tinha acordo de intenção de compra de 1,6 mil veículos elétricos da Volkswagen Caminhões. A produção das primeiras 100 unidades começa no segundo semestre na fábrica de Resende (RJ).

Os veículos elétricos serão usados por transportadoras que prestam serviços de distribuição para a cervejaria. O veículo piloto fará rotas de entrega de bebidas no Rio de Janeiro, com autonomia de até 100 quilômetros por dia. Eles somam-se as 1,6 mil unidades elétricas em produção pela Volkswagen Caminhões e Ônibus, em Resende (RJ). Destes, 100 devem começar a rodar este ano.

Ambev e FNM terão caminhões de alta performance e tecnologia de ponta

Os caminhões FNM são dotados de sistema anticolisão com inteligência artificial e câmeras integradas. O abastecimento será feito em pontos de recarga em centros de distribuição da Ambev, que usam energia solar.

Cada caminhão elétrico FNM deixará de emitir 126 mil quilos de CO2 por ano. A Ambev recebeu duas unidades para testes e a produção em série começa em fevereiro ou março. Os veículos têm autonomia programada para rodar 100 km, mas podem chegar a 500 km. A recarga será feita em até quatro horas por carregadores nos centros de distribuição da Ambev, que operam também com energia solar.

Os caminhões serão conectados aos sistemas de TI da Ambev, que fornecerão em tempo real dados de rota, performance, informações de trânsito e trajetos. Eles são equipados com sistema anticolisão.

Ricardo Machado, presidente da FNM, explica que os veículos serão produzidos de acordo com as necessidades do cliente em modelo de negócio baseado em contratos de pré-venda, planilha aberta e pagamento antecipado. Entre os fornecedores estão a norueguesa Danfoss Editron (motores) e a americana Octillion (baterias). A brasileira Randon fará os baús de carga.


⇒ Participe dos nossos grupos do Telegram e fique atento a todas as notícias do mercado de energia, empregos, projetos e outros assuntos microeconômicos do Brasil. Nossas informações sempre são direto das fontes e atualizadas. Acesse o Nosso Telegram aqui.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.