Aker ganha contrato Petrobras no maior campo de pré-sal do Brasil

Aker Petobras Mero Brasil pré-sal
 

A Aker Solutions assinou um contrato com a Petrobras para fornecer um sistema de produção submarina e serviços relacionados para o projeto Mero 1 dentro do desenvolvimento do campo Mero, uma das maiores descobertas de petróleo na área do pré-sal no Brasil.

A Petrobras contrata sistema de produção submarina consistirá de 12 árvores submarinas verticais da Aker projetadas para o pré-sal brasileiro, anuncio feito hoje(5). Serão quatro unidades de distribuição submarina, três estações de controle mestre topside para o FPSO Mero 1 Guanabara e peças de reposição. O pedido também inclui serviços de suporte de instalação e comissionamento.

“Temos o prazer de nos tornarmos um importante fornecedor para a Petrobras e seus parceiros para o primeiro projeto de produção completo deste grande desenvolvimento”, disse Luis Araújo, diretor executivo da Aker Solutions. “Temos uma extensa força de trabalho local e mais de 40 anos de experiência no Brasil e esperamos continuar a desempenhar um papel importante no desenvolvimento dos recursos do pré-sal do país”, acrescentou.

Macaé, Rio das Ostras e  São José dos Pinhais

A fábrica de produtos submarinos da Aker Solutions em São José dos Pinhais e sua base de serviços submarinos em Rio das Ostras, divisa com Macaé, realizarão os trabalhos de fabricação. O trabalho já começou e as entregas estão programadas para 2020. As instalações estão programadas entre 2020 e 2023.

O sistema de produção submarina será ligado à primeira embarcação flutuante de produção, armazenamento e descarregamento (FPSO) flutuante da Mero, conhecida como FPSO da Guanabara. O FPSO está programado para entrar em operação em 2021 e terá capacidade para processar até 180.000 barris de petróleo por dia e 12 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

O campo Mero, em águas ultraprofundas, está localizado na área noroeste do bloco Libra original, que fica a cerca de 180 quilômetros ao sul do Rio de Janeiro. O primeiro óleo foi produzido em novembro do ano passado. A Petrobras é a operadora do consórcio que desenvolve a área de Libra. Shell, Total, CNPC e CNOOC Limited são parceiros. A Pre-Sal Petróleo S.A (PPSA) gerencia o Contrato de Partilha de Produção.

As empresas não divulgam o valor do contrato. O pedido será reservado no terceiro trimestre de 2018.

The following two tabs change content below.
Paulo Nogueira
Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior