1. Início
  2. / Indústria
  3. / Reveladas no Brasil 94 novas jazidas aptas para a exploração de ouro: esse metal precioso promete aumentar em 30 toneladas a produção anual, tornar o país líder global e gerar dezenas de milhões de dólares
Tempo de leitura 5 min de leitura Comentários 22 comentários

Reveladas no Brasil 94 novas jazidas aptas para a exploração de ouro: esse metal precioso promete aumentar em 30 toneladas a produção anual, tornar o país líder global e gerar dezenas de milhões de dólares

Escrito por Flavia Marinho
Publicado em 11/06/2024 às 07:24
ouro - terras raras - mineração - ferro - cobre - níquel - minérios - minerais - lítio - jazidas - reservas - minas de ouro - Amazônia
Além do ouro, estudo também identificou áreas com potencial para a exploração de outros minerais, como ferro, cobre, níquel e manganês.

Além do ouro, estudo também identificou jazidas com potencial para a exploração de outros minérios, como ferro, cobre, níquel e manganês.

Revolução na mineração do Brasil: Nosso país é um dos maiores produtores de ouro do mundo, mas ainda tem um grande potencial para aumentar sua produção e exportação do metal precioso. Segundo um relatório do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), divulgado em abril de 2023, existem 94 municípios brasileiros com jazidas e condições favoráveis para a exploração de ouro, que poderiam adicionar cerca de 30 toneladas à produção nacional anual. Além do ouro, estudo também identificou jazidas com potencial para a exploração de outros minérios, como ferro, cobre, níquel e manganês. terras raras

Os resultados mostraram que a maior parte dos municípios com jazidas de ouro está localizada na região Norte, especialmente na Amazônia, onde se concentram as maiores reservas do país. Dos 94 municípios selecionados, 51 estão no Pará, 13 no Amazonas, 9 em Roraima, 6 em Rondônia e 5 no Amapá. Outros estados que se destacam são Minas Gerais, com 7 municípios, Bahia, com 4, e Goiás, com 3.

O estudo também identificou áreas com jazidas para a exploração de outros minerais, como ferro, cobre, níquel e manganês. No total, foram mapeados 1.684 municípios com potencial mineral em todo o país.

A importância desse metal para a mineração e economia do Brasil

A importância do ouro na economia brasileira é inegável. O país é reconhecido mundialmente como um dos maiores produtores e exportadores desse metal precioso. A indústria do ouro desempenha um papel fundamental na geração de empregos e no crescimento econômico do Brasil, além de contribuir para a balança comercial.

O relatório do CPRM é uma ferramenta importante para orientar os investimentos e as políticas públicas voltadas para o setor de mineração, especialmente em um momento em que o Brasil busca reconhecimento como produtor confiável de ouro no cenário internacional. Segundo dados da Agência Nacional de Mineração (ANM), o país produziu 120 toneladas de ouro em 2020, sendo o 13º maior produtor mundial. No entanto, estima-se que a produção ilegal seja três vezes maior que a legal, o que gera prejuízos ambientais, sociais e econômicos.

Ouro na Amazônia: equilíbrio entre preservação e exploração desse metal precioso

Dentre os municípios mapeados pelo SGB, alguns estão localizados na Amazônia, despertando um debate sobre a exploração de minérios nessa região tão sensível e estratégica para a preservação ambiental. Na mineração é fundamental encontrar um equilíbrio entre a exploração econômica e a proteção do meio ambiente, garantindo a sustentabilidade das atividades mineradoras.

A exploração ilegal de ouro na Amazônia é um grave problema que afeta não apenas o meio ambiente, mas também os direitos humanos e a segurança nacional. O garimpo ilegal provoca desmatamento, poluição dos rios por mercúrio, conflitos com povos indígenas e comunidades tradicionais, violência, trabalho escravo e lavagem de dinheiro.

Para combater esse cenário, é necessário que sejam estabelecidas normas rígidas de controle ambiental e fiscalização na mineração, de modo a evitar danos irreversíveis à Floresta Amazônica. A adoção de práticas sustentáveis na extração e no beneficiamento do ouro é essencial para minimizar os impactos negativos e garantir a preservação desse ecossistema único.

Descobrem a terceira maior jazida de terras raras do mundo no Brasil: com 21 milhões de toneladas, promete tornar o país líder global na produção de minerais essenciais e gerar dezenas de bilhões de dólares

Brasil é referência na extração de minério de ferro, nióbio, ouro, lítio e o nióbio. Agora, com uma jazida de terras raras estimada em 21 milhões de toneladas, de acordo com o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) e o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), o país tem potencial para se tornar um dos cinco maiores produtores de minérios de terras raras globalmente nos próximos anos. Esse potencial pode gerar receitas de dezenas de bilhões de dólares.

Terras raras são essenciais na fabricação de tecnologias avançadas, como eletrônicos, energia limpa, veículos elétricos e aplicações médicas.

Exploração de terras raras no Brasil promete gerar bilhões de dólares em receitas e posicionar o país como líder global na produção de minerais essenciais

Além do potencial das terras raras, o Brasil já é um grande exportador de minério de ferro. Em 2022, o país faturou cerca de US$ 41 bilhões com a exportação desse minério, segundo dados do Ministério da Economia. A exploração de terras raras no Brasil pode se tornar um pilar econômico tão significativo quanto a soja, gerando bilhões de dólares em receitas e posicionando o país como líder global na produção de minerais essenciais para tecnologias emergentes e sustentáveis.

Minerais de Terras Raras: O que são, onde são encontrados e como são utilizados no nosso dia a dia?

Adoraria saber se você já ouviu falar em terras raras. Conte para nós na seção de comentários se você é profissional da mineração, siderurgia ou afim. Não se esqueça de ativar as notificações do CPG para acompanhar todas as novidades do Brasil e do mundo. Até a próxima!

Inscreva-se
Notificar de
guest
22 Comentários
Mais antigos
Mais recente Mais votado
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Flavia Marinho

Flavia Marinho é Engenheira de Produção pós-graduada em Engenharia Elétrica e Automação, com vasta experiência na indústria de construção naval onshore e offshore. Nos últimos anos, tem se dedicado a escrever artigos para sites de notícias nas áreas da indústria, petróleo e gás, energia, construção naval, geopolítica, empregos e cursos, com mais de 7 mil artigos publicados. Sua expertise técnica e habilidade de comunicação a tornam uma referência respeitada em seu campo. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.

Compartilhar em aplicativos
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x