A Petrobras é liberada pela ANP para unitização do Sul de Tupi

Petrobras Sul de Tupi acordo ANP PETRÓLEO
 

Com estes ajustes sendo postergados desde 2010, a Petrobras agora poderá aumentar sua produção em até 20.000 barris diariamente

A Petrobras agora tem o aval da ANP( Agência Nacional de Energia) para concluir um ajuste de unitização inerente ao Campo de Lula, no quadrante chamado de Sul de Tupi, e um outro setor do ativo na Bacia de Santos que no status atual encontra-se em uma região aberta.

Desde de 2010 o Sul de Tupi tem estado sujeito a transição de direitos e favor da Petrobras, mas só esta semana a agência resolveu regulamentar o processo.

Com esta acordo, a Petrobras agora passa à deter 67,2% no maior setor de Lula, acompanhada pela Shell(23,02%), pela Galp Energia(9,2%) e pela Pré-sal Petróleo( PPSA) com 0,6%.

Anteriormente as porcentagens eram às seguintes:

  • Petrobras 65%
  • Shell 25%
  • Galp 10%

“Com essas mudanças de capital, a participação da Petrobras na produção aumentará em até 20.000 barris por dia”, disse a estatal petrolífera.

Você pode gostar ⇒ A PPSA contratará navios aliviadores para atender o pré-sal

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás em operações de completação, perfuração e produção em empresas em parceria com grandes empresas multinacionais do setor.