A Índia está sedenta pelo petróleo brasileiro e deseja maximizar importações


india petróleo vagas negocios

A Índia está variando sua demanda de petróleo e se mantém disposta a acordos com países como o Brasil, informa o Ministro Indiano Pradhan

O Ministro de Petróleo e Gás Natural da Índia, Dharmendre Pradhan, em reunião nesta quarta-feira (22) com o Ministro de Minas e Energia do Brasil, Bento Albuquerque, afirmou que a nação indiana está disposta para aumentar importações de petróleo brasileiro e o consumo de biocombustíveis. Veja também novo recorde histórico de produção de petróleo no Brasil bateu 1 bilhão de barris em 2019.

Você também pode conferir

A negociação deve ser formalizada no próximo sábado (25) entre as partes envolvidas. De acordo a agência Reuters, o acordo passa pela assinatura de contratos anuais com a petroleira estatal Indian Oil Corp (IOC).

“A Índia está diversificando seu suprimento de petróleo e nossas companhias expressaram interesse em obter mais petróleo do Brasil, se forem oferecidos termos comerciais favoráveis”, informou Pradhan.

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, embarcou nesta quinta-feira (23) para a nação indiana, que representa a terceira maior consumidora mundial de petróleo, sendo, majoritariamente, do Oriente Médio.

“Discutimos a colaboração de nossos esforços no campo dos biocombustíveis. Nosso objetivo é atingir 20% de etanol na gasolina e 5% de capacidade de mistura de biodiesel até 2030. A esse respeito, expressei o interesse da Índia em trabalhar com o Brasil no campo da bioenergia”, explicou o ministro da Índia

Sobre possíveis negociações do Brasil com a Arábia Saudita e OPEP

O Ministério de Minas e Energia divulgou, em nota, que o ministro Bento Albuquerque, ao ser questionado pela Reuters, afirmou ter “intenção de atender a reunião de ministros de energia do G20 e que conversaria com autoridades sauditas sobre a pauta energética bilateral e poderia, inclusive, tratar sobre eventual cooperação entre o Brasil e a OPEP”.

Além disso, o ministro Bento também indicou ter “intenção de viajar a trabalho a Riade” para negociações em sua agenda no exterior.

A Nota do MME pode ser conferida na íntegra clicando neste link aqui.

Faça o Curso de Inglês Autodidata

A economia brasileira está mais próximo do que nunca de empresas globais. A necessidade de funcionários  que tenham no minimo inglês intermediário cresce mas os empregadores têm dificuldades de encontrar candidatos que têm noções do idioma. O curso A Jornada do Inglês Autodidata vem sanando este problema de muitos alunos, com um método fácil e inovador. Assistam aqui os depoimentos reais de estudantes que adquiram o curso e depois façam suas matrículas também.


Kelly Angelim

Sobre Kelly Angelim

Engenheira de Petróleo, especialista em Eficiência Energética e mestre em Engenharia Civil. Experiente na indústria petrolífera onshore; Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos